Wednesday, May 09, 2012

Armando Dias Tavares - Origens das Pesquisas Científicas no Brasil

Armando Dias Tavares - Origens das Pesquisas Científicas no Brasil


May 9, '12 7:18 PM
for everyone
Pequeno histórico sobre a origem das pesquisas científicas no Brasil.
E. Rodrigues e Mabel de M. Rodrigues
Instituto de Química de São Carlos
Departamento de Química e Física Molecular
São Carlos, 13560-970, SP, Brasil

2. DÉCADA DE 50 - AS RAÍZES

Um grupo de jovens idealistas que queriam fazer pesquisas científicas, Armando Dias Tavares,
Sérgio Mascarenhas, Yvonne Primerano Mascarenhas, Mabel Rodrigues e Edson Rodrigues, na primeira metade da década, fazia parte do grupo de pesquisas do Professor Joaquim da Costa Ribeiro, da Cadeira de Física Geral e Experimental, na Faculdade Nacional de Filosofia da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro.
Foram os primeiros bolsistas do recém criado Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq) e desenvolviam suas atividades nos departamentos de Física, Química, Geologia e Biologia, no Instituto Nacional de Tecnologia do Rio de Janeiro, Instituto Oswaldo Cruz e Departamento da Produção Mineral do Ministério de Minas e Energia.
Este ambiente variado ainda incluía o recém constituído Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e a Academia Brasileira de Ciências e a recém criada Comissão de Energia Nuclear (CNEN).
Em 1955 Edson Rodrigues vai para o Departamento de Física da Universidade da Califórnia, em Berkeley, e, retornando em 1959, dá início, com Armando Dias Tavares a um novo grupo de pesquisas dedicadas à Ressonância Magnética.
Desenvolveram, também, um curso de Estudo da Energia Nuclear, de dois anos de duração, que contava com cerca de 100 alunos, sob patrocínio da Comissão Nacional de Energia Nuclear.
Alguns alunos da Física e deste curso, (Almir Massambani, Sylvío, Goulart Rosa Júnior, Bohdan Matvienko, Rogério Cantarino Trajano da Costa), anos mais tarde, vieram para São Carlos.
Sérgio Mascarenhas e Yvonne Primerano Mascarenhas, após 1955, tomaram-se professores da Escola de Engenharia de São Carlos. Sérgio Mascarenhas conquistou por concurso a Cátedra de Física Geral e Experimental a deu início à constituição de um grupo de pesquisas em Física dos Sólidos em condições materiais extremamente precárias na ocasião. Contando com o apoio integral do diretor da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), Theodureto de Arruda Souto, trouxe do Rio de Janeiro um variado número de colaboradores iniciando um período extremamente frutífero para a Física no Brasil, ao longo dos anos, em São Carlos.
A morte prematura de Joaquim da Costa Ribeiro (1959) deixou o seu grupo de pesquisas em situação difícil mas tal situação foi equilibrada por Armando Dias Tavares que passou à liderança.
Em 1960 Edson Rodrigues e Mabel Rodrigues, por insistência de Sérgio Mascarenhas, resolveram estabelecer-se em São Carlos, nas Cadeiras de Mecânica Geral, Química Geral e Geologia, respectivamente.

No comments: